Moto . Carro . Caminhão

André usará Mercedes-Benz no Brasil e Tatra no Dakar
André Azevedo está competindo no Brasil com um caminhão Mercedes-Benz derivado do modelo 2428 6X4 extra-pesado. O modelo é destinado ao setor canavieiro com capacidade máxima de tração de 63.000 quilos. É a primeira vez que um veículo deste porte é usado em competições fora de estrada no Brasil.

O recurso garante melhor desempenho, menos poluição e uma distribuição de torque mais eficaz, atingindo potência de 279 CV. Na configuração para o rali a tração é integral 4X4, sendo retirado o terceiro eixo traseiro e tendo tração instalada também no eixo dianteiro para superar as dificuldades da prova.

Outra novidade no caminhão Mercedes-Benz de André Azevedo é o câmbio ZF Ecomat. Com esse novo câmbio, automático, o caminhão tem uma série de benefícios, como uma pilotagem mais fácil e o acionamento do pedal dos freios com o pé esquerdo, em conseqüência, o piloto se concentra mais na direção.

A velocidade máxima do caminhão também cresceu com o novo sistema de câmbio automático, passando de 120 para 150 km/h. Com isso, aumentou a potência do motor em arrancadas e retomadas de velocidade. O Mercedes-Benz 2428 também obteve melhora na frenagem do veículo, possibilitando freadas mais rápidas e evitando o superaquecimento dos freios, em função do retarder, dispositivo que auxilia nesse processo, incorporado à caixa de transmissão, que atua em todas as marchas.

O Mercedes da equipe Petrobras Lubrax tem seis toneladas, 2.500 quilos a mais que o mínimo permitido pelo regulamento do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que é de 3,5 toneladas. No Dakar, Azevedo corre com um Tatra, fabricado na República Checa.

TATRA 815 DAKAR TERRNO
Marca

Modelo

Ano de fabricação

Motor

Câmbio

Peso

Consumo





Velocidade máxima

Pneus

Lubrificante

Tração

Tatra

815 Dakar Terrno

2001

Tatra, 12V, 19.000 cm3, turbo

Tatra, 12 velocidades

10.500 kg

100 km no asfalto com 45 litros de diesel

100 km na areia com 80 a 120 litros de diesel

155 km/h

Pirelli 14.00-R20

Lubrax Top Turbo

4x4 com suspensão independente nas quatro rodas



Vitórias
O Tatra 815 é o mesmo modelo que venceu o Paris-Dakar 94 e 95 e chegou em terceiro lugar nas edições 98 e 99. Outro modelo do mesmo fabricante (Tatra) venceu o Rally Paris-Dakar em 98, 99 e 2001.

Adversários
Os principais adversários de André Azevedo no Paris-Dakar são o checo Karel Loprais (Tatra, campeão em 2001) e os russos com Kamaz, campeões do Paris-Dakar-Cairo 2000 e campeões do Arras-Madrid-Dakar 2002. No Brasil, os principais adversários são Luciano Cunha e Alfredo Yahn.

Brasil
Aqui no país, André Azevedo disputa o Rally Internacional dos Sertões, a maior prova off road da América Latina, com um caminhão Mercedes-Benz derivado do modelo 24286X4 extra-pesado. O mesmo veículo também é utilizado para treinamentos para o Rally Paris-Dakar.

Clique nos links abaixo para obter informações sobre:

Moto . Carro . Caminhão . Pneus . Roupas . Sistema de monitoramento
Informática . Comunicação via satélite . Alimentação